Notícias Fecomercio

27 de junho de 2019

“Terrenal” faz de mito bíblico um microcosmo das relações contemporâneas, diz diretor


Para Marco Antônio Rodrigues, na sociedade digital, mitos e fábulas criam narrativas que manipulam corações e mentes

Assim como diversos homicídios da atualidade, um ato passional esteve por trás do primeiro assassinato do mundo. Ao reinterpretar o mito de Caim e Abel, a comédia dramática Terrenal – pequeno mistério ácrata, em cartaz no Teatro Raul Cortez, na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), propõe, além da analogia da violência impulsiva, a reflexão sobre questionamentos os quais a humanidade se debruça desde tempos imemoriais, como o abandono paterno e a distorção dos fatos.

De acordo com o diretor, Marco Antônio Rodrigues, a peça trata da “incrível capacidade fabular do homem”, que se presta a adulterar histórias e a esvaziar conteúdos numa tentativa de se proteger da barbárie.

“Na sociedade digital, mitos, fábulas e narrativas ocupam espaço central nas nossas vidas e não raro manipulam corações e mentes, subtraindo a memória e a história, distorcendo os destinos de nações e povos”, comenta Rodrigues. “Nesse sentido, a peça é uma obra otimista, porque repõe a lenda dos dois irmãos como um microcosmo das relações sociais contemporâneas”, complementa.

Confira a matéria completa aqui.

Voltar para Notícias