Notícias Fecomercio

6 de dezembro de 2017

Produção industrial tem maior taxa desde abril de 2013


Crescimento do setor foi de 5,3 em outubro, segundo o IBGE

A produção industrial no País encerrou outubro deste ano com crescimento de 5,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Essa foi a sexta taxa consecutiva de crescimento nessa base de comparação e a taxa mais elevada desde os 9,8% registrados em abril de 2014.

De acordo com os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Brasil, divulgada nesta terça-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os veículos automotores, reboques e carrocerias foram a atividade que mais influenciou no aumento.

Em relação a setembro deste ano, o crescimento da indústria foi de 0,2%, sendo o segundo resultado positivo consecutivo na série livre de influências sazonais. No acumulado dos últimos 12 meses, o setor avançou 1,5%.

Dos 24 ramos de atividades pesquisadas, 15 tiveram destaque, como influências positivas verificadas em farmoquímicos e farmacêuticos (20,3%), bebidas (4,8%), confecção de artigos de vestuário e acessórios (4,3%), metalurgia (1,6%), máquinas e equipamentos (1,3%) e artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (3,8%).

Voltar para Notícias