Notícias Fecomercio

29 de janeiro de 2019

Brasil piora em ranking dos países menos corruptos


País caiu nove posições em relação a 2017 e ficou em 105º no estudo da Transparência Internacional

Em 2018, o Brasil teve queda de nove posições no ranking elaborado pela organização Transparência Internacional, que avalia a percepção da corrupção no setor público em 180 países.

A pontuação do País recuou para 35 e passou a ocupar 105º lugar no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), o pior resultado desde 2012.

Os países recebem notas de zero a 100, sendo zero igual a um alto grau de percepção da corrupção, e 100, equivalente a um alto grau de percepção de integridade no setor público. Os três primeiros países, segundo o ranking, são Dinamarca (88 pontos), Nova Zelândia (87 pontos) e Finlândia (85 pontos).

O Brasil vem caindo no ranking desde 2014. Em 2016, o País ficou em 79º. Em 2017, o Brasil estava na 96ª colocação. Em 2018, o País ficou empatado com Argélia, Armênia, Costa do Marfim, Egito, El Salvador, Peru, Timor Leste e Zâmbia.

 

Voltar para Notícias